Soubesse eu escrever…

…e estas palavras poderiam ser minhas.

“Não gosto de chá. Nestes dias em que estive doente (e ainda estou, ‘tadinha, ó p’ra mim a tossir cof cof cof) só ouvia “toma um chá”, “queres que te faça um chá”? Eu não sei o que raio aquilo tem de tão especial, mas deixem-me contar-vos um segredo: chá é agua quente! [ooohhh, o drama, o horror, não pode ser!!!] E água quente é boa para tomar banho, para lavar os pés, a cara, para cozinhar, até para nadar, mas não para beber. Depois, as pessoas têm aquela ideia de que chá é bom para tudo. Estás com gripe? Bebe chá. Estás com dores menstruais? Bebe chá. Estás com diarreia? Bebe chá. Estás com prisão de ventre? Bebe chá. Tens insónias? Bebe chá. Tens miopia? Bebe chá. Tens uma unha encravada? Bebe chá. Tens um calo num pé? Bebe chá. Existe alguma coisinha que não seja curada com chá? E mais, eu sou uma rapariga de sustento. Gosto de comer, de me alimentar, de ficar com a barriga satisfeitinha. O chá não faz nada disso. Não dá muitos nutrientes, não enche, não nada. É água. Quando muito aquece, mas para isso é bem melhor uma boa quecacorrida pela manhã. E um bom leitinho com café? E um bom sumo de frutas natural? Isso sim, tem vitaminas e nutrientes bons, daqueles que matam os vírus da gripe e mandam esses bichinhos embora. Agora chá? Pffff”
daqui.

Só não gosto muito é de correr pela manhã.

read more

Read more