Red Stone Castle (que afinal é branco).

Os registos mais antigos deste castelo remontam ao século treze, quando foi mandado construir pela viúva do rei checo em sua propriedade. Desde essa época o castelo pertenceu a diversas famílias, foi vendido algumas vezes e cada um dos seus donos levou a cabo uma série de alterações e alargamento do edifício inicial, pelo que o castelo que chegou até aos dias de hoje não se assemelha em nada àquele que foi construído no século XIII.A cerca de 40 km a nordeste da capital, Bratislava, é possível chegar até aqui de autocarro – que saem regularmente da central de autocarros em Bratislava e que em cerca de 1h15 estão em Častá, a aldeia na encosta do castelo – ou numa combinação entre comboio (Bratislava – Pezinok) e autocarro (Pezinok – Častá), com cerca de 20 minutos cada. Optei por esta última e a viagem correu bastante bem.As áreas circundantes do castelo, bem como o pátio interior e a subida a um dos torreões pode ser feita de forma autónoma e não requer bilhete. A visita ao interior do castelo é feita apenas com visitas guiadas, que estão disponíveis regularmente em eslovaco (6 euros) e em inglês (7 euros), e os estudantes só pagam metade do preço.Infelizmente não eram autorizadas fotografias no interior, que tinha salas bem decoradas e interessantes.

Read more