Devo estar doente…

…ou ando, certamente, a trabalhar de mais.Faltam seis semanas para o Natal e não só a minha árvore ainda está aos pedaços na arrecadação como eu ainda nem fiz a minha carta ao Pai Natal – ou sequer sei o que hei-de pedir.Isto não é normal!

Read more

Transilvânia #4 – Bran Castle

Finalmente o Castelo do Drácula. Os relatos mais antigos sobre o castelo remontam ao séc. XIV, mas foi Vlad Peles Dracul, rei da Valáquia durante o séc. XV, o seu habitante mais famoso. Vlad Peles usou durante largos períodos do seu reinado o castelo para fins militares e acredita-se que esteve também aqui escondido durante as invasões otomanas. Esse facto, aliado ao aspecto sombrio do castelo com as suas torres pontiagudas e localização remota, tornou-o no palco ideal para as histórias do Conde Drácula imortalizadas pelo escritor irlandês Bram Stocker.

Read more

25 anos depois…

…e com a lembrança da guerra fria mais presente do que nunca, celebramos a queda do muro em Berlim. Aqui ficam algumas das fotos que tirei no carnaval de 2010, quando estive em Berlim, pouco depois da celebração dos 20 anos.

Check point Charlie, provavelmente a fronteira mais famosa entre Berlim Leste e Berlim Ocidental. Separava o sector soviético do sector Americano.

Em memória dos alemães de Leste que morreram ao tentar atravessar o muro.

Read more

Transilvânia #3 Brasov

Brasov é a capital da região da Transilvânia e uma cidade mesmo fofinha. Passamos menos de duas horas por lá e só deu tempo de passear um pouco no centro da cidade. A praça animada e cheia de esplanadas, a igreja negra – que segundo o guia ficou com este nome após um incêndio que a ‘acastanhou’ -, e as ruinhas adjacentes compõem um cenário óptimo para um dia de Sol, mas é o letreiro Hollywoodesco com o nome da cidade, no topo de uma colina próxima, que atrai todos os flashes. É impossível não cair na tentação de enquadrá-lo em todas as fotografias. Ficou aquela sensação de ‘quero mais’ quando partimos de Brasov em direcção ao Castelo de Bran, o ponto de paragem seguinte do nosso roteiro.

Read more

Aproveito a ocasião para agradecer aos senhores do MEO…

…que, atendendo ao facto de estar frio e chuva – péssimo para sair de casa e ir ao café, resolveram oferecer durante o mês de Novembro todos os canais SportTv.Neste momento o meu maior problema é como conseguirei ver o Sporting-Schalke, o Bilbau-Porto, o Ajax-Barcelona, o Bayern-Roma e o Maribor-Chelsea, se só tenho uma televisão!Já para não falar que ontem quase perdia o golo do Talisca à conta do Real-Madrid – Liverpool.Decisions, decisions…

Read more

Transilvânia #2 Sighisoara

O destino seguinte do tour pela Roménia foi a cidade medieval de Sighisoara conhecida por ser a terra natal de Vlad Peles Dracul, o rei da Walachia que inspirou as histórias do Drácula.
Vlad Peles ficou conhecido na região como sendo um sanguinário após as lutas com os guerreiros do império Otomano que tentavam reconquistar a região, após ter conseguido fugir de anos de cativeiro na Turquia.
O centro histórico medieval de Sighisoara, é actualmente património mundial da UNESCO. As casinhas coloridas bem conservadas, bem como as muralhas e as calçadas dão um ar muito agradável e genuíno à cidade, que fica encantadora num dia de Sol.
read more

Read more

Transilvânia #1 Peles Castle

A primeira paragem do nosso tour pela Roménia foi no Castelo de Peles. Localizado perto da cidade de Sinaia o castelo fica bem na entrada da região da Transilvânia e cerca de hora e meia depois de deixarmos o aeroporto, no dia da chegada, estávamos por lá. O Castelo foi mandado construir no final do século dezanove pelo rei Carlos I na rota medieval que ligava a região da Transilvânia à região da Walachia. Carlos I foi o primeiro rei da Roménia independente e consta que se perdeu de amores pela região de Sinaia e mandou aqui construir um palácio de estilo romântico com inspirações Neo-renascentistas e neo-góticas semelhante ao Schloss Neuschwainstein na Baviera. A influência da Saxónia pode ser apreciada nas pinturas das paredes do pátio interior, enquanto que o interior do palácio possui inspirações Barocas, com os seus trabalhdos em madeira e tecidos requintados. A arquitectura do palácio é da responsabilidade do Alemão Joannes Schultz. Conhecemos o palácio por dentro numa visita guiada em inglês. Tal como no exterior, o interior do palácio é imensamente rico e trabalhado. Infelizmente não pagamos o suplemento para tirar fotografias no interior, pelo que as poucas que tenho não mostram o que de melhor vimos e foram tiradas à socapa.

Read more

Roteiro de três dias na Roménia.

No fim de semana seguinte à viagem até à Polónia, foi a vez de embarcar para a Roménia, desta vez para um fim-de-semana de três dias planeado com meses de antecedência e em que me encontrei com o meu pai. Queríamos conhecer Bucareste e a mergulhar nas profundezas da Transilvânia e das histórias do Drácula.

Mas três dias não é muito tempo e para ficarmos com um cheirinho de tudo isto planeamos três dias non-stop, com a ajuda de um guia local – conhecido de conhecido de conhecidos que já viveu uns anos em Portugal – que andou connosco para todo o lado. O plano era ambicioso e teria sido impossível completá-lo de outra maneira que não fosse de carro.
Chegamos na sexta-feira à hora de almoço ao aeroporto Henri Coanda e partimos de imediato em direcção ao Castelo de Peles, de seguida seguimos caminho até à cidade medieval de Sighisoara, onde pernoitamos. No sábado depois de visitar a cidade, viemos em direcção a Brasov, a capital da região da Transilvânia, visitamos ainda o castelo de Bran e seguimos caminho até Bucareste, onde passamos a noite de sábado para domingo e que visitámos no domingo antes de regressar a casa ao fim do dia. read more

Read more