Madrid, roteiro básico e dicas práticas.

No início de dezembro passado passei um fim-de-semana prolongado (haverá sítio melhor do que Espanha para passar o defunto feriado do primeiro de dezembro?) entre Madrid e Toledo. Já com algum atraso começo finalmente a série de posts sobre os dias por terras de nuestros hermanos.
Acho que foi a quarta vez que estive na cidade, mas voltei para redescobrir os sítios de sempre. O centro da cidade não é tão grande quanto isso e caso não pretendam visitar por dentro palácios, igrejas e museus pode facilmente palmilhado em apenas 1 dia. A partir daí todo o tempo poderá ser usado a viver realmente a cidade (e vida é o que não lhe falta) e a explorá-la culturalmente mais a fundo.
Fica aqui uma sugestão de roteiro básico para um dia na cidade, começando na zona da Praça de Espanha, do Palácio Real e da Catedral de Almudena, e terminando na praça Puerta del Sol, o centro da cidade onde tudo acontece.
Pelo caminho podem conhecer a Plaza Mayor, explorar melhor as ruas e pracinhas (como a Praça de Santa Ana) a caminho do passeio do Prado onde têm o Museu Reina Sofia, o Museu do Prado, a Colecção Tyssen-Bornemisza ou o Caixa-Fórum Madrid, relaxar no Parque del Retiro e finalmente percorrer a Gran Via a partir da Puerta de Alcalá e da Plaza Cibeles.
Espero que as fotografias possam ajudar a fazer-vos largar tudo e comprar um bilhete para Madrid, que é já aqui ao lado, a 1h de avião, normalmente a preços bem simpáticos.
Como disse no início, é possível fazer a pé todo o centro da cidade, mas o metro pode ser um bom aliado à chegada ou à partida, se quiserem visitar algum ponto mais distante na cidade como o estádio Santiago Bernabéu ou a praça de touros Las Ventas (outros posts virão), se estiverem alojados fora do centro ou mesmo se planearem day trips que impliquem apanhar comboio/autocarro em zonas um pouco mais afastadas. Um bilhete simples de metro custa 1,5 euros, mas também são vendidos em conjuntos de 10 que ficam por apenas 12,20 euros. O suplemento para as estações do aeroporto é de 3 euros e a viagem desde a estação de Nuevos Ministerios, no Passeio da Castelhana, até lá demora cerca de 20 minutos.
Existem ainda passes turísticos de 1, 2, 3, 5 e 7 dias.

Planeia a tua viagem!

Se quiseres planear a tua viagem de forma independente, tal como eu faço, usa os links que deixo abaixo.
São parceiros de confiança, podes conseguir alguns descontos, e ajudar-me a manter o blogue. Obrigada!
- Faz as tuas reservas de alojamento em Booking.com
- Procura o melhor tour/passeio para explorar o destino pretendido em GetYourGuide
- Pede já o teu cartão Revolut sem custos, e fica isento de taxas e comissões em pagamentos e levantamentos de dinheiros noutras moedas
- Faz o teu Seguro de Viagem antes de partir, oferecemos 5% de deconto através da IATI Seguros


Qualquer dúvida, manda-me um e-mail e posso ajudar no que precisares.
*Esta publicação contém links afiliados

  1. Agnes

    March 9, 2015 at 8:55 pm

    Gostei muito de Madrid, sobretudo porque tive o privilégio de ter guias locais, ou seja, os meus amigos 😉 Tenho de voltar para ver os museus, que nunca vi (shhh, não digas a ninguém!).

  2. asminhasquixotadas

    March 12, 2015 at 9:57 pm

    Estou ansiosíssima para saber como foste de Madrid para Toledo e como foi por lá. Quero muuuuito ir este ano. 🙂

  3. IM (misspipetaseviagens)

    March 13, 2015 at 12:35 pm

    As dicas de Toledo vêm já a seguir 🙂 posso ir adiantando que acabámos por ir de bus, apesar de demorar mais tempo (bus serviço expresso, 1h sem paragens) era consideravelmente mais barato.

Leave a Reply