Parque Nacional da Peneda-Gerês, o Minho profundo.

Quando a Primavera estava a começar a dar um ar de sua graça fui passar um fim-de-semana ao Parque Nacional da Peneda-Gerês. O parque virou moda nos últimos tempos, e durante o Verão os amigos dos amigos dos amigos, toda a gente, conhecem alguém que andou por lá. Mas na Primavera o perfil de viagem é bem diferente, porque neh, não dá para pensar em ir curtir as lagoas do rio Homem nem nadar na Albufeira da Caniçada. É um passeio mais cénico e menos mergulhar na Natureza profunda, mas vale na mesma, e o Gerês é bonito todo o ano.
O programa ficou dividido em dois, e no sábado fizemos a zona mais sul, entrando pelo distrito de Braga, e no domingo a zona mais norte, entrando pelo distrito de Viana do Castelo.



Dia 1
Santuário de Nossa Senhora de Riba d’Ave, Taíde, Póvoa do Lanhoso
Albufeira da Caniçada
São Bento da Porta Aberta
Termas, Vila do Gerês

Dia 2
Barragem do Alto-Lindoso
Espigueiros do Soajo
Arcos de Valdevez

A principal sugestão para este passeio, fora de época de calor é que não vão num fim-de-semana de chuva. O Gerês é mesmo aqui ao lado (até para quem vem do Algarve) e excepto no Verão não há grandes enchentes, por isso deixem as marcações para a última da hora e decidam conforme a metereologia, a paisagem natural é bonita todo o ano, mas tem outro encanto quando o sol brilha sobre ela.

Leave a Reply