Cusco, todas as dicas.

=&0=&=&1=&Existem opções para todas as carteiras em Cusco, ao contrário da Bolívia, de onde nós vínhamos, aqui já verão hotéis de cadeias internacionais, alguns instalados em edifícios históricos e com tudo o que há de melhor. Também não faltam opções mais mochileiras, e hostels super bem localizados. A minha sugestão é que fiquem perto do centro histórico, vão conseguir conhecer a cidade toda a pé e por conta própria e desfrutar muito mais do ambiente simpático da cidade. Nós ficamos no Best Western Los Andes de América, e recomendo a opção. Super pertinho de tudo sem estar mesmo no meio da confusão, num edifício típico, com os típicos pátios cusqueños, quartos super espaçosos com um óptimo colchão (o melhor da viagem), boa internet e pequeno-almoço incluído. Tudo o que se pede de um hotel sem ter luxos. Se quiserem ver mais fotografias do hotel ou avançar com uma marcação podem fazê-lo aqui!

Onde comer?


Não tivemos muito tempo para testar muitas especialidades peruanas nas dias que passamos em Cusco, que não foram muitos, mas a cidade é tão fofinha que o requisito número um foi quase sempre as vistas. Jantamos no Papachos da Plaza de Armas, do famoso chef peruano Gastón Acurio (que já teve o seu restaurante de Lima premiado como o melhor da América do Sul) e petiscamos umas empanadas peruanos e umas coisinhas mais nuns cafézinhos simpáticos ao longo dos dias. Há imensas opções, oferta para todos os gostos. A comida é boa e bastante interessante para o gosto europeu, nada de insectos malucos. read more

Read more