Onde comer (e beber!) em Munique?

Eu não sei como é convosco… mas eu vou para um destino como Munique quase mais entusiasmada com a cerveja e as salsichas do que com a visita à cidade – principalmente se já não for a primeira vez.
Foram meses de grupo do Whatsapp a organizar a viagem e para além da decisão dos locais a visitar volta não volta o que aparecia por lá era canecas de litro de cerveja e imagens de comida, portanto já tínhamos em mira alguns restaurantes que queríamos conhecer. E o primeiro deles, o meu favorito, entrou na opção de jantar quase por acaso.
No segundo dia, regressámos a Munique já tarde, vindos de Hallstatt e jão só apetecia comer qualquer coisa antes de recolher, portanto decidimos mesmo ficar pela zona do hotel e acabamos por entrar num restaurante mesmo em frente. Quando começamos a perceber onde estávamos, vimos que aquele era um dos restaurantes de que tínhamos falado, depois do fiasco de Hallstatt a escolha de jantar não podia ter sido melhor. read more

Read more

Hallstatt, à luz da Lua.

Uma viagem quase nem tem graça se não tiver uma história para contar. Principalmente uma daquelas que não sabes se hás-de rir ou de chorar quando pensas nela, e que te vais lembrar para sempre. Depois da multa que pagamos por circular 500 metros na autoestrada, a ida a Hallstatt foi o maior flop da viagem!Eram aí umas 15h quando chegamos ao fim do que tínhamos planeado visitar em Salzburgo e surgiu a ideia de ir até Hallstatt, são 70 km, vamos chegar lá ao fim do dia, mesmo a tempo de tirar umas fotos e siga. Tínhamos visto a aldeia era mesmo isso, o cenário na beira do lado, portanto também não precisávamos de tempo para muito mais.Acontece que a hora tinha mudado no dia anterior, a estrada era de montanha, não se pode circular de carro dentro da localidade – tivemos que estacionar num parque fora e ir a pé – o tempo estava a encobrir, e às 17h20, de dia 30 de Outubro de 2016, quando lá chegamos era noite cerrada! Portanto a melho imagem que conseguimos obter é aquela pela qual inicio este post. Apesar de tudo não está nada má, ah? No único ângulo possível de pousar a máquina com a exposição máxima, foi o que saiu. Ficou bem boa, e a viagem quase tinha valido a pena se os nossos olhos tivessem visto a mesma imagem. Porque não. O olho humano não distinguia as fronteiras entre o céu, a montanha e o lado – que não eram azuis, mas sim pretos – o poder que uma máquina fotográfica tem!Já que lá estávamos demos um pequeno passeio, e deu para perceber que a região tem potencial para ser bastante fofa, aqui está uma bela desculpa para mais dia menos dia ter de regressar! E é uma óptima opção para passeio a partir de Salzburgo. (Há barcos que atravessam regularmente entre as duas margens do lago, pelo que li se chegarem de comboio, será ao outro lado do lago e terão de apanhar o barco até Hallstatt) Se não forem tão azelhas como nós, façam a dobradinha Salzburgo-Hallstatt na ordem contrária e terão direito a uma fotografia mais parecida com esta: (obtida no maravilhoso mundo da internet)

Read more

Roteiro de um dia em Salzburgo.

Há várias formas de viajar. Em modo relax, para desfrutar e curtir os locais por onde passámos, mas verdadeiramente os viver, ou com fome de bandeirinhas, para conhecer tudo e mais alguma coisa. Só neste segundo formato é possível conhecer Salzburgo num dia. Mas vá, é um formato tão válido como outro qualquer, e eu a-do-ro! Normalmente é a opção que escolho quando visito algo pela primeira vez, ávida de informação, quero conhecer o mais possível… Se for mesmo incrível, um potencial regresso acontece de forma mais calma.Já estive três vezes em Salzburgo. Uma quando tinha 5 anos – na primeira viagem de avião da minha vida. Outra em 2008 e este ano (2016) pela última vez. Apesar de ser a terceira vez na cidade, era apenas a segunda de que verdadeiramente me lembro, e os meus companheiros de viagem estavam lá pela primeira vez, então traçamos um planos mais clássico – que recomendo – para conhecer os pontos principais da cidade em algumas horas.Partilho os detalhes convosco.

Começo a sugestão de itinerário pela estação dos comboios, que é um local onde muitos irão chegar também (são 2h de comboio a partir de Munique), nós chegámos de carro e demos duas ou três voltas até perceber onde podíamos estacionar, acabamos por parar também nessa zona, então fizemos um percurso semelhante.
A cidade e todas as suas atracções dividem-se em duas sub-categorias. Mozart e Música no Coração. Não sei daí quem é fã de qual, mas eu sou toda Música no Coração, tinha um VHS que rodou até à exaustão, sei as músicas de cor, portanto Salzburgo é cenário de filme. Assim começamos logo pelo Palácio Mirabell, e a escadaria do jardim lateral onde as crianças aprendem as notas, aos saltinhos acima e abaixo. Não faltava lá gente aos saltinhos igual. read more

Read more

Aeroporto de Memmingen (Munique) e alugar carro na Baviera! Todas as dicas.

Eu sou fã de carteirinha da Ryanair, já devem ter percebido isso, mas é evidente que a companhia tem vários inconvenientes, que podem tornar uma viagem muito desagradável se não formos preparados para eles, e um deles é o facto de alguns aeroportos ficaram onde o diabo perdeu as botas.=&0=&: entra naquela categoria de apeadeiro de aviões, super pequeno, daqueles em que o painel das partidas/chegadas mostra os voos todos do dia e ainda sobra espaço. Nós chegamos lá por volta das 18h30, no regresso, e o único voo que falta naquele dia era o da Ryanair que vinha para o Porto, portanto não têm como se confundir muito lá dentro. Antes de passarem pelo controle de bagagem têm uma sala de espera, um cafezinho bem simples e muitas agências de rent-a-car. Depois do controle de bagagem têm o mesmo cafezinho, uma lojinha de dutty free e outra sala de espera. Simples e eficaz, não tem o que enganar. Supostamente há wi-fi gratuito em todo o lado, mas o seu funcionamento não é lá grandes coisas, dava nuns telefones, noutros não, primeiro dava, depois não dava. Melhor não levarem muitas ilusões.=&1=&

Read more

Vem aí a #roadtripnaBaviera, o roteiro.

E foi com o regresso dos fim-de-semanas prolongados, graças a pontes proporcionadas por feriados retornados, que embarcamos numa road trip pela Baviera no fim de semana de 29 de Outubro a 1 de Novembro. Nos próximos tempos, vou tentar resumir por aqui todas as dicas e detalhes dessa viagem, mostrar-vos imensas fotografias – como sempre – e também uns vídeos novos do passeio, que agora que comecei ninguém me segura. Apesar de contar pelos dedos das mãos as visualizações que tenho no YouTube, acho que nem a minha família passa por lá, senão aquilo tinha mais sucesso. 🙂 Aproveitando uns voos baratinhos da Ryanair para o aeroporto de Memmingen ( a cerca de 100 km a oeste de Munique) desbloqueamos a viagem que estava nos planos há imenso tempo e o roteiro, depois de muito debater e de deixar de fora imensas outras coisas que também queríamos ver – óptima desculpa para regressar! – o roteiro ficou assim: =&0=& – Chegamos tarde a Memmingen, alugámos carro e conduzimos até Munique =&1=& – Pegámos cedo no carro e conduzimos até à Áustria, passamos o dia quase todo em Salzburgo e ao final da tarde demos um pulinho a Hallstatt. (péssima decisão, deveríamos ter feito ao contrário!) =&2=& – Passamos o dia todo em Munique, exploramos o centro da cidade, ao redor da MarienPlatz, o EnglisherGarten, comemos salsichas e bebemos cerveja =&3=& – Saímos de Munique de manhã cedo, primeiro em direcção a Dachau, visitámos o campo de concentração e depois fizemo-nos à estrada em direcção aos Alpes. Depois do almoço estávamos no Castelo de Neuschwanstein e foi incrível. Fizemos uma paragem pequena ao fim do dia em Füssen, antes de voltar à estrada e conduzir de novo até Memmingen, onde apanhamos o voo da noite para o Porto. A viagem foi curta e bem corrida, mas mesmo assim aproveitamos bastante. Já apanhámos uns dias bem frios e curtos (viajámos mesmo no fim-de-semana em que mudou a hora) mas ainda não era época de Natal. Sugiro que caso tentem repetir a nossa aventura o façam na Primavera, em que terão muito mais tempo de luz de Sol para aproveitar a viagem ou na época de Natal, já que os mercados no Sul da Alemanha tem fama de ser dos mais incríveis, e o de Salzburgo também não lhes fica atrás. =&4=& Aeroporto de Memmingen e dicas de aluguer de carro na Baviera. Áustria Roteiro de 1 dia em Salzburgo. Salzburgo visto do alto. Salzburgo no Youtube. Hallstatt à luz da lua. Munique Onde comer (e beber!) em Munique. O centro da cidade, em volta da Marienplatz. Palácio Residenz. EnglisherGarten Campo de concentração de Dachau. Alpes Bávaros Neuschwastein Schloss Fussen Vlog a caminho dos Alpes =&5=& =&6=&

Stop-over em Munique, reportagem fotográfica. read more

Read more

Finalmente o Vlog – Nazca Lines Overflight!

Aqui está a promessa que fiz na sexta-feira. Cumprida. Foi um bom fim de semana para descansar o corpo, em casa entre a cama, o sofá e a mesa de trabalho. A tese continua a andar, testei a minha liquidificadora num sumo de laranja/maçã/lima que saiu bem bom. Enrolei-me nas mantas, escrevi, devorei as (tristes) notícias do fim-de-semana e consegui um bocadinho para finalmente editar as imagens deste últimos passeio que fizemos na viagem de Verão ao Peru. Espero que gostem do resultado final, como sempre agradeço todas as sugestões e ideias que possam vir daí, ainda estou a tentar explorar estas coisas e digo-vos já que a tarefa mais difícil é escolher a música. Se acharem graça a estas coisas passem lá no Canal do Youtube aqui do tasco e deixem um like, ou subscrevam, que a gerência agradece. Câmaras: Nikon J1, iPhone 6S, Action Cam Denver AC-5000W MK2

Read more

Balanço de Reis!

Este é mesmo aquele post só para confessar a preguiça…Tenho sempre dúvidas se o dia mais difícil do ano é o 1 de Setembro ou o 2 de Janeiro. Mas já que este ano o 2 de Janeiro calhau bem a uma segunda-feira e as semanas de trabalho inteiras que temos pela frente, já que o Carnaval é só no fim de Fevereiro são tremendamente assustadoras, temo que esta seja mesmo a semana mais difícil de sempre.Hoje é sexta e eu sinto que me passou um camião por cima durante a semana, para além da tosse que trazia do fim do ano que não me permitiu descansar nas primeiras noites, ainda foi uma semana atribulada de idas aqui e acolá e ainda não passei um serão inteiro enroscada no sofá.Mas para compensar ontem houve mesmo Bacalhau com Batatas o que já foi um plus na semana, mas eu já conto as horas para as 5h da tarde e para o início de um fim-de-semana que se espera bem caseiro. De descanso e trabalho em casa.Entretanto, a falta de tempo também atingiu o blogue e hoje estava previsto mostrar-vos o último vídeo da viagem ao Perú, para finalmente acabar com esses relatos e começar já com a road trip na Baviera. Mas, shame on me, e ainda nem comecei a editá-lo. Fica aqui a promessa pública de que será o post de segunda-feira, podem cobrar!Entretanto aproveitem bem o fim-de-semana! O único momento de relaxamento da semana,  almoço de restos em frente ao Rio Lima.

Read more

Sugestão de Reis!

Hoje é ceia de Reis e eu ainda não estou muito certa de que me vão aparecer batatas com bacalhau na frente, o que é triste. A tradição já não é o que era. Portanto proponho desde já que dia 6 de Janeiro passe a ser feriado que eu gosto desta última ceia da temporada.Ok, ninguém me liga nenhuma, então vamos lá ao que interessa. Caso trabalhem em Espanha e amanhã tenham o dia livre, ou então adiem a coisa para o fim-de-semana, vão assistir ao último filme do Brad Pitt. Depois de verem quão fofinho ficou ao lado da Marion Cotillard talvez seja mais fácil perceber os boatos que surgiram após a separação mais mediática de 2016 🙂 Mas tirando isso, gostei! Um filme histórico, de guerra e espionagem com um lado cor-de-rosa. O programa ideal para um domingo à tarde!

Read more