É hoje a noite mais longa do ano | Porto

Se nunca viram uma imagem como esta que encontram no início deste post, hoje à noite caso tenham oportunidade de ver estarão a presenciar um delito com direito a multa choruda. Eu cá adoro balões de São João e o efeito que deixam nos céus da cidade, mas acho que vou guardar os que tenho em casa para 2018 na expectativa que a fase Charlie volte a começar apenas a 1 de Julho. Muita tinta correu ontem a propósito deste tema, eu percebo que era preciso fazer alguma coisa e que mostrar serviço rápido também ajuda a acalmar os ânimos, mas sinceramente não me parece que seja isto que nos está a colocar em risco. Já vi dezenas (centenas) de balões a serem lançados e claro que há muitos que queimam, mas queimam-se a si próprios e pronto. O fogo precisa de combustível e aquela tripa de papel no ar desaparece com a chama em 30 segundos. Claro que ir lançar balões para o mato é muito estúpido, mas não é por incêndios serem ateados por parvos que atiram cigarros pela janela do carro na floresta que se proíbe o tabaco.  Enfim, é uma imagem gira, uma tradição bonita, mas não vai ser em 2017. Aguentem-se só com o fogo-de-artifício, com os bailaricos, os martelos e o inferno do alho-porro e bebam bastante cerveja que ao fim de algum tempo vão estar a ver mesmo balões que não existem. A fotografia abaixo foi a que tirei ao meu primeiro balão de São João, aqui há uns anos (desculpem lá a qualidade da coisa, mas a câmara do telemóvel que na altura parecia incrível, hoje já não é lá grande coisa.). Deixo-vos ficar com ela para desejar que se divirtam e dizer que talvez nos encontremos na Baixa ou na Ribeira hoje à noite. Vamos lá ver até que horas aguenta quem acordou às 07:00 para trabalhar 🙂 Have fun!

Read more

Roteiro pelo centro histórico | Braga

Tive há pouco tempo oportunidade de voltar a Braga e constatar que a cidade está a ficar mesmo animada, jovem e com um ambiente óptimo. Tirando os dias de imenso calor do Verão (gente, quando dá para aquecer aquilo não se recomenda nem ao pior inimigo, ahah) é uma óptima opção de passeio. Eu diria que o centro de Braga está a tornar-se uma mini Baixa do Porto, com lojas, cafés e restaurantes muito fixes, modernos e giros, mas sem os milhares de turistas que já invadiram o Porto – apesar de também já não ser o segredo mais bem guardado de sempre. Braga está a virar moda.

Read more