Passeios bate-volta nos arredores de Lisboa

Este tema não é novo aqui no blogue, já em tempos tinha criado a  tag  (muito) Grande-Lisboa para lá encaixar tudo o que já tinha visitado nas redondezas, mas com os posts que surgiram nos últimos meses resolvi que era uma boa oportunidade para organizar as ideias e resumir todas as opções de passeios bate-volta para quem tiver uns dias a mais para curtir na capital portuguesa.

  • Setúbal e praias a sul
    À excepção de Ponta Delgada, que ainda não conheço, Setúbal foi a última capital de distrito que entrou na minha lista de visitas e foi uma pena ter demorado tanto a lá chegar. A cidade em si não é incrível, apesar de ser agradável e óptima para comer peixinho fresco, mas o estuário do Sado e as praias em seu redor têm algumas das paisagens naturais mais bonitas do país. Recentemente a praia de Galapinhos entrou no radar do mundo, mas há muitas outras incríveis. Eu estive na Comporta, em Tróia, no Portinho da Arrábida, em Sesimbra e ainda fiz um passeio de barco para ver os golfinhos. Recomendo o passeio!
    sado, golfinhos, setúbal, estuário

Dois dias em redor do estuário do Sado

  • Fátima e a região mais a norte
    Já passei por Fátima em diferentes ocasiões, nenhuma delas em momentos de peregrinação, mas sei que é dos locais mais procurados para visitas a partir de Lisboa – há quem venha a Portugal com esse objectivo. Portanto não poderia faltar na nossa lista de sugestões. A minha sugestão é que combinem a ida a Fátima com outros pontos turísticos da região. Eu gosto especialmente do Mosteiro da Batalha, mas Ourém e o seu castelo também ficam mesmo ali ao lado, e um pouco mais acima no Tejo podem encontrar a ilha e o castelo de Almourol, perder-se nas histórias de templários ou dar um salto até Constância, a terra natal de Luiz Vaz de Camões.
    castelo de almourol, tejo, portugal

Castelo de Almourol

Constância e o Camões 

Mosteiro da Batalha

  •  A linha e os palácios nos arredores da capital
    Esta região nos arredores e Lisboa tem tanta coisa para ver que é difícil resumir tudo num único parágrafo. Ao longo da costa as praias mais conhecidas de Estoril, Cascais até ao Guincho, à Ericeira, passando pelo Cabo da Roca, o ponto do continente europeu mais ocidental. No interior, para além da Vila de Sintra, e dos seus inúmeros Palácios, de que falei há bem pouco tempo aqui no blogue, há vários outros, como o Palácio de Queluz, mesmo às portas da cidade ou o Covento-Palácio de Mafra. A proximidade à capital foi durante muitos séculos fundamental para ser a escolha de reis e rainhas para casa de férias – percebe-se porquê, não dava muito jeito ir passar férias às Caraíbas.
    cascais, portugal, lisboa

Palácio-Convento de Mafra

Cascais

Vila de Sintra – Património Mundial

Palácio Nacional de Sintra

Palácio de Queluz

Cabo da Roca – o ponto mais ocidental da Europa Continental

Para ler (+) acerca de cada um destes locais e ver muitas mais fotografias, podem clicar nos links que encaminham para cada um dos posts já publicados no blogue.

 

 

Leave a Reply