Ponte aérea TAP | Porto e Lisboa nunca estiveram tão perto

Primeiro começaram as ligações domésticas da Ryanair entre Lisboa e o Porto, o que foi mais ou menos incrível para alguém como eu que entra no Alfa e começa logo a ficar mal disposta. E logo a seguir, e para não ficar atrás a TAP e a nova gestão (mais ou menos duvidosa em alguns aspectos) resolveram criar a ponte aérea. Bilhetes mais ou menos baratos entre os dois destinos, uma flexibilidade muito maior que para outros voos e o melhor de tudo, voos todas as horas nos dois sentidos.

Na última viagem que fiz a Lisboa resolvi testar e voei TAP. A ideia é boa, realmente é tudo fácil e rápido e não se perde tempo nenhum no aeroporto. No Porto há uma porta só para a ponte aérea, a 32, e em Lisboa – para além disso – o controle de bagagem é separado o que evita perder tempo. Chegar ao aeroporto 15 minutos antes da porta fechar é suficiente, o que para quem anda dum lado para o outro diariamente é óptimo.

ponte aérea, TAP, Lisboa, Porto

O meu voo de ida atrasou quase uma hora o que foi bastante chato, não sei se é habitual ou não, mas se num voo qualquer já ninguém gosta, nestes casos é pior ainda. Se eu escolhi o voo das 19h30 e não o das 20h30 por algum motivo havia sido.

Os 45 minutos de viagem correram lindamente em ambos os casos, os aviões são daqueles pequenos a hélices, com umas 17/18 filas de dois lugares em cada lado e onde se não tiverem cuidado (quem nunca!) vão bater com a cabeça nas bagageiras.

ponte aérea, TAP, Lisboa, Porto

Servem sempre uma bebida e um pequeno snack, conta quem viu que de manhã são pastéis de nata. Não tive sorte, viajei sempre ao final do dia.

Se os preços forem realmente competitivos é uma opção que vale muito a pena testar!

ponte aérea, TAP, Lisboa, Porto

Leave a Reply