Cromeleque de Almendres | Alentejo

Tal como já vos tinha dito, no roteiro que nos levou as Españas, acabamos por passar o primeiro dia em pleno Alentejo, e a primeira paragem, bem às portas da cidade de Évora, foi no Cromeleque de Almendres. Há imensos vestígios megalíticos na região, por isso para quem for amante da época a viagem vale muito a pena, para nós que não percebemos muito do assunto e queríamos ver só um, apostamos no Cromeleque que parece ser um dos maiores, e foi um passeio engraçado.

O caminho para lá chegar não foi muito fácil, o caminho é de cabras, e no fim o meu pobre Micra estava pior que o chapéu de um pobre, mas… chegou inteirinho, portanto não precisam de um Jeep para lá chegar. Surpreendentemente (ou não), aquilo estava cheio de turistas, até autocarros de excursões de estrangeiros havia, fiquei surpreendida, é verdade.

Quanto ao cromeleque propriamente dito, bem, não sei muito mais que se trata de um dos mais bem conservados da Europa, que é do Neolítico… entre o terceiro e o sexto milénio antes de cristo (!!) – o que é há tanto tempo atrás que duvido que alguém saiba muito mais do que isso com grande certeza. Ahaha. É giro, engraçado e tal, estava um calor de ananases mas valeu a visita.

(Ontem não houve post porque estamos com constrangimentos de internet, já  reclamei à MEO mas há uma série de dias que a coisa está negra, e ontem à noite não funcionava de todo. Sorry!)

Planeia a tua viagem!

Se quiseres planear a tua viagem de forma independente, tal como eu faço, usa os links que deixo abaixo.
São parceiros de confiança, podes conseguir alguns descontos, e ajudar-me a manter o blogue. Obrigada!
- Faz as tuas reservas de alojamento em Booking.com
- Procura o melhor tour/passeio para explorar o destino pretendido em GetYourGuide
- Faz o teu Seguro de Viagem antes de partir, oferecemos 5% de deconto através da IATI Seguros


Qualquer dúvida, manda-me um e-mail e posso ajudar no que precisares.
*Esta publicação contém links afiliados

Leave a Reply