Dica de alojamento | Saem Siemreap Hotel

Uma dúvida que nos assola em qualquer viagem é sempre, “onde ficar alojado?”. No centro da cidade, com toda a oferta de restaurantes e comercio nas imediações, perto do aeroporto, estação, transportes, nos arredores porque os preços são mais em conta? Apesar de em 90% das vezes a minha resposta ser No centro da cidade, Siem Reap está mos outros 10%. E o Saem Siemreap Hotel foi uma excelente opção.

Read more

Balanço de sexta-feira | 13

Foi uma semana de início de Inverno muito agitada, os acontecimentos sucederam-se uns atrás dos outros, quer no panorama desportivo, político, nacional e internacional. Temas mais sérios e palermices variadas.
Nem sei por onde começar a divagar, mas vamos lá a isso… 

Read more

Mercados e muitos insectos | Cambodja

Como vos disse ontem, a viagem que fizemos por estrada entre Phnom Penh, foi um dos dias mais giros da viagem, e em parte deveu-se à possibilidade de ir parando pelo caminho. Tivemos a hipótese de parar mais do que uma vez e todas elas foram marcadas por oportunidades para comprar qualquer coisa, fosse num pequeno vendedor ambulante, numa tabanca de fruta ou no mercado de insectos.

Read more

Foi bom o fim de semana. Voltei para encarar o Inverno!

Foi um óptimo fim de semana! Para além do que já vos contei na sexta, estes dias ainda passaram por Plasencia (outra surpresa simpática) pela Sierra de Francia, com a sua natureza exuberante e aldeias pitorescas, por Salamanca e Ciudad Rodrigo.

Foram 1500 quilómetros de estrada e o meu super Micra portou-se à altura (e a dona também, já quase passou à história a sua época de maçarica). España é sempre um encanto e eu prometo que em breve terão por cá todos os detalhes da viagem!

Só não sei muito bem quando, hehehe, que ainda vou no primero dia da viagem à Ásia e pelo caminho já passei um fim-de semana em Londres! Ainda bem que vêm aí nove entediantes meses de Inverno. read more

Read more

Por España, todo bien…

Ou pelo menos tudo bem pela Extremadura, que do outro lado as coisas vão de mal a pior. Hoje foi dia de conhecer Mérida, Trujillo, e rever Cáceres. Foi um dia mesmo bom, pena as temperaturas superiores a trinta graus nada bem-vindas para quem passeia. 

Mérida parece uma Roma pequenina, cheia de calhaus em tudo quanto é canto. Anfiteatros, coliseu, templo de Diana, pontes e arcos espalhados a cada virar de esquina! Cáceres vale muito a pena também, o seu centro histórico – cidade monumental – foi o primeiro em Espanha a ser declarado património mundial, e não foi por acaso. Já Trujillo foi uma surpresa mesmo agradável, nem sabia bem o que esperar, mas mostro-vos um pouquinho da Plaza Mayor na foto de capa do post e em breve venho cá contar tudo o resto.  read more

Read more

Viver Phnom Penh | Cambodja

Uma das coisas que pior correu no planeamento da viagem foi o tempo que dedicamos a Phnom Penh. Não sei bem porquê, mas estivemos quase para nem passar por lá (ou melhor, até sei, porque li em vários sítios que não valia muito a pena) e no fim das contas adorei a cidade. Foi uma pena termos passado apenas uma noite por lá, e no futuro – caso surja nova oportunidade – certamente darei outra chance à capital do Cambodja.

Read more

Barcelona, capital da Catalunha?

Eu sou mais Madrid do que Barcelona.
Já estive duas vezes na cidade catalã, e é tudo muito agradável, o mar e o sol, os mercados, o Gaudi. Mas nunca consegui olhar para Barcelona e ver uma cidade com gente dentro. Sempre senti Barcelona para passear e turistar e Madrid para se viver.
Provavelmente nunca senti porque fui a Barcelona à procura de uma cidade espanhola, e claro que não a encontrei. Nos últimos, dias se alguém tinha dúvidas, Barcelona mostrou que tem muita vida dentro.

Read more