Luang Prabang | Dica de alojamento

Hoje seguimos para o próximo destino: o Laos. Que nos vai trazer uma série de posts nos próximos dias, com todas as dicas para explorar a capital espiritual do país, Luang Prabang e a região circundante. Foram 3 dias/2 noites que valeram muito a pena. Começamos pelo simpático hotel onde ficamos alojados, Villa Chitdara, já que foi a primeira dúvida que tivemos ao organizar a viagem.

Encontrar alojamento em Luang Prabang não foi muito fácil. A cidade é bem pequena e ainda não está cheia de hotéis de cadeias internacionais como os IBIS desta vida (ou Sheraton depende do padrão). Há uma série de pequenas pousadas, nada de muitas estrelas, e estávamos com um pouco de medo do que ia sair dali. Mas posso dizer-vos que a surpresa foi mais do que agradável.
Um pousada 2** no Laos pode não parecer uma grande ideia, mas asseguro-vos que era óptima, muito melhor do que muitos hotéis 3*** onde já fiquei pela Europa fora, por isso foi uma aposta mais do que ganha.

A pousada é constituída por uma série de edifícios baixos, rodeados de um enorme jardim tropical. Mesmo na entrada está a zona da recepção e conforme vão avançando pelos jardins encontram o restaurante onde servem os pequenos-almoços – numa varanda exterior bem simpática, e ainda os edifícios onde estão os quartos.

O quarto era simples mas bem amplo, com varanda, ligação wi-fi, casa de banho bem equipada e todas aquelas coisas úteis num quarto, frigorífico, chaleira, cofre. Não tenho quase nenhuma fotografia minha do hotel, apenas as que vêm no post pelo simples facto de que aterrei no Laos meio adoentada e sem grande pachorra para fotografias, mas podem ver o link do Booking que vos deixo e digo-vos que as imagens fazem jus ao que vimos por lá.

Por último, uma das maiores vantagens do Villa Chitdara era a sua localização. Fica situado numa rua paralela a um quarteirão da rua principal da cidade, onde tudo se passa, onde podem ir ao mercado mocturno ou encontrar dezenas de restaurantes, cafés e lojas e tudo e mais alguma coisa. Para além disso a famosa cerimónia da Ronda das Almas passa mesmo à porta do hotel, e como ocorre ao nascer do Sol é muito prático, já que facilmente saem da cama quase em pijama para assistir e voltam no final sem quase terem acordado. 🙂 (Estou a brincar, acordem que aquilo é interessante!)

Hotel Villa Chitdara | Luang Prabang

Já sabem, se marcarem alojamento através dos links que vos deixo, os dos banners disponíveis na lateral do blogue, o Booking qualquer dia destes paga-me um café, e vocês não pagam nada mais por isso. Obrigada!

Leave a Reply