Trujillo | Extremadura

A paragem em Trujillo foi a surpresa mais agradável da road trip pelas Españas. Muito mais discreta no protagonismo que a vizinha cidade de Cáceres, de Mérida a sul ou de Salamana a Norte, encantou-me a valer apesar do calor tórrido com que a encontramos à hora da siesta espanhola. 

Li algures, há algum tempo, numa referência que já não posso precisar, que Trujillo foi, durante a idade média, cidade rica e importante pela sua localização estratégica – meio caminho andado entre Lisboa e Madrid. A referência, e a importância histórica da cidade, capital da Extremadura no tempo dos Reis Católicos e palco principal de muitos acontecimentos vizinhos fizeram com que me saltasse à vista no mapa no dia em que planeava a viagem.

Foi a melhor ideia da viagem, fazer o desvio que nos levou até lá e permitiu descobrir um centro histórico bem preservado e simpático. Com o seu castelo muralhado bem no alto da cidade e uma Plaza Mayor fora dos padrões clássicos de Espanha, onde bem no centro figura a estátua de Fancisco  Pizarro – conquistador do Perú e ilustre filho da terra.

A cidade não requer grandes planos nem mapas, comecem e acabem na Plaza Mayor, daí esplorem as ruas estreitas que sobrem até ao Castelo e voltem a descer para umas cañas na esplanada que provavelmente o calor vai convidar. Desfrutem de Trujillo.

Leave a Reply