Como visitar a Esplanada das Mesquitas | Jerusalém

O Monte do Templo, a famosa área muçulmana na cidade velha de Jerusalém onde se encontra a Cúpula da Rocha, e conhecido como Esplanada das Mesquitas tem acesso bastante restrito e conheço quem tenha ido à cidade e se tenha visto impossibilitado de lá entrar. Felizmente a nossa sorte foi outra e foi até mais fácil do que eu pensava lá chegar. 

O complexo do Monte do Tempo, que se encontra na parte superior da cidade velha de Jerusalém, bem por cima do Muro das Lamentações tem portas de acesso em todo o seu diâmetro, mas a grande maioria está reservada apenas à entrada de muçulmanos.
Turistas (não judeus) podem visitar o espaço mas com um controle muito apertado das entradas, revistas e entrevistas e um horário bastante restrito.

A entrada para turistas fica junto ao Muro das Lamentações e faz-se através de um passadiço de madeira elevado que atravessa a zona. Não tem o que enganar, vão dar de caras com ele. A fila de acesso é que fica mesmo ao lado de um dos controles de acesso ao Muro, o que pode confundir um pouco, mas será sempre aquele que tem a fila maior.

(+) Tours na Cidade velha de Jerusalém

As visitas decorrem de segunda a quinta e o horário varia do Inverno para o Verão:
Inverno: 07:30 às 10:30 e 12:30 às 13:30
Verão: 08:30 às 11:30 e 13:30 às 14:30
Apesar de tudo isto muitas vezes o acesso está mesmo fechado, qualquer turbulência na região (e há muitas) serve de desculpa ao encerramento a não muçulmanos da zona. Façam figas porque a visita vale a pena.

Como últimos conselhos, levem roupa bem comportada – apesar de não ser necessário cobrir a cabeça só para aceder à zona  –  sem objectos alusivos a outras religiões e quando vos perguntarem a vossa religião digam “católicos” que é a coisa mais neutra, aceitável e que levanta menos perguntas para turista com ar ocidental. Uma vez lá dentro, não vão poder visitar por dentro a Cúpula da Rocha (acesso interdito a não-muçulmanos) mas o edifício por fora já é de fazer cair o queixo. Evitem toques e abraços para fotografias, há uns seguranças com cara de maus que não permitem.

Esta área tem sido ao longo dos séculos um dos muitos pontos de discórdia na cidade. Estavam aqui erigidos os Antigos Templos de Salomão – locais sagrados para os judeus que acreditam ter sido aqui que o profeta Abraão ofereceu em sacrifício o seu filho Isac – Do segundo templo de Salomão restam hoje apenas as paredes de sustentação do Monte do Templo onde no século VII foi construída a Cúpula da Rocha e a Mesquita Al-Aqsa, já que os muçulmanos acreditam que foi aqui que Maomé iniciou a “Jornada Noturna” e ascendeu ao Céu.

A importância histórica deste local torna por si só a sensação de lá estar incrível. Mas para além disso o ambiente calmo, o espaço amplo e harmonioso que nos rodeia, bem como a espetacularidade dos edifícios, transmitem uma paz inexplicável. É uma visita que vale mesmo a pena!

Planeia a tua viagem!

Se quiseres planear a tua viagem de forma independente, tal como eu faço, usa os links que deixo abaixo.
São parceiros de confiança, podes conseguir alguns descontos, e ajudar-me a manter o blogue. Obrigada!

  • Reservas de alojamento em Booking.com
  • Procura o melhor tour/passeio para explorar o destino pretendido em GetYourGuide

Qualquer dúvida, manda-me um mail e posso ajudar no que precisares.

*Esta publicação contém links afiliados

4 Comments

  1. terra vista da lua

    March 17, 2018 at 11:49 am

    Não pude ir 🙁

    1. Inês

      March 18, 2018 at 2:29 am

      🙁 Ohhh, tens de lá voltar. Estava mesmo fechado ou não conseguiste coordenar-te com os horários de visitas?

  2. Filipe Morato Gomes

    March 17, 2018 at 7:35 pm

    Ora aí está um destino (Israel) que nunca me puxou muito. É implicância minha, eu sei, porque no fundo deve ser um banho de história a cada esquina. Grande abraço e obrigado pela partilha.

    1. Inês

      March 18, 2018 at 2:28 am

      Olá Filipe 🙂 Obrigada pelo comentário.
      Era, sem dúvida, um dos destinos (principalmente Jerusalém) que mais me atraiu desde sempre, pela relevância histórica e cultural. Não desiludiu!
      Continuação e muitas e boas viagens! Estive a acompanhar os dias na Argélia e já estou ansiosa por ler o que aí vem. Beijinhos

Leave a Reply

Planeia a tua viagem! Se quiseres planear a tua viagem de forma independente, tal como eu faço, usa os links que deixo abaixo. São parceiros de confiança, podes conseguir alguns descontos, e ajudar-me a manter o blogue. Obrigada! - Reservas de alojamento em Booking.com - Procura o melhor tour/passeio para explorar o destino pretendido em GetYourGuide Qualquer dúvida, manda-me um mail e posso ajudar no que precisares.