Aos 44 anos de Abril.

Abril tinha 14 anos quando eu nasci.
Lembro-me, como se tivesse sido ontem, das comemorações dos 25 anos e das certezas que na época tinha de que 25 anos eram várias vidas.
Hoje celebramos os 44 anos e pergunto-me como passa o tempo a voar. Parece que foi ontem, cada vez mais é preciso relembrar as conquistas todos os dias, e este continua a ser o meu feriado favorito. A casa já tem cravos vermelhos espalhados pelas jarras, vi hastear a bandeira nacional ao som do hino na Praça da República (cá no meu pequeno burgo),  e um dia gostava de descer a av. da Liberdade nesta data – quem sabe nos 50 anos, que por este caminho são quase amanhã.
O mundo é um lugar estranho, muitas vezes incompreensível, mas sempre incrível e cheio de oportunidades para viver a liberdade conquistada. Façam o favor de não a desperdiçar.
Abril Sempre!

1 Comment

Leave a Reply