O ano em viagens | 2018

O resumo das viagens do ano também já virou tradição aqui no blogue, e esta semana – em época de balanços – deixo-vos ficar o de 2018, à semelhança do que já fiz nos anos passados. Durante o ano que acaba agora estive em 11 países diferentes, sem contar com Portugal, e cinco deles foram estreias. Rússia, Malta, Japão, Andorra e Cabo Verde. Foi um bom ano, de viagens muito diversificadas, novas culturas e muita aprendizagem. Deixo-vos uma pequena passagem por todos eles!

Janeiro – Jordânia, Palestina e Israel
Esta foi uma viagem mais de 2017 do que de 2018, mas a verdade é que entrei o ano em Petra e voltei à Palestina e a Israel no caminho de regresso a casa. Apesar de ter conhecido a região ainda em 2017. Mas viagem de Ano Novo é viagem partilhada, portanto fica aqui a referência.

(+) Roteiro Terra Santa

Fevereiro – Paris
Fim-de-semana de inverno. Calmo e de chuva, com passeios simples, muita baguete, e o regresso aos locais de eleição.

Março – Workshop de Fotografia de Viagem
Fim-de-semana no Porto para o Workshop de Fotografia de Viagem com o António Luís Campos. O Porto é a minha cidade, onde morei 10 anos. Mas voltar assim sabe sempre a viagem, e das boas.

(+) Workshop de Fotografia de Viagem, com António Luís Campos

Março/Abril (Páscoa) – Rússia
Planeada há uma eternidade, finalmente saiu do papel a viagem a Moscovo e São Petersburgo. Fomos em época de frio, e ainda havia neve por todo o lado, se bem que em versão russa soft. Foi uma viagem muito gira e surpreendente. Adorei Moscovo, passava três dias inteiros a tirar fotografias a todos os recantos da Praça Vermelha, posso?

(+) Roteiro Capitais Russas

Junho – Lisboa nos Santos e Santarém
Há algum tempo que tinha vontade de estar em Lisboa na época dos Santos. Eu nem sou a maluquinha das romarias, mas há coisas que uma pessoa deve testar e foi bem fixe! Aproveitei a estadia de uns amigos na capital, e a minha mãe a morar nas redondezas e passei o sábado em Lisboa e o Domingo na região de Santarém. Foi um bom fim-de-semana.

Julho – Malta
Estas foram as férias mais inesperadas do ano. Uma oportunidade between jobs, que surgiu de um dia para o outro e mandei-me para o único destino para onde encontrei voos a preços não proibitivos naquelas circunstâncias (em cima da hora e em julho, mix explosivo). Foram uns dias de muito sol e mar, de descanso e de passeio. Sim, eu descanso a passear, porque na verdade não parei quieta e varri Malta e Gozo em praticamente três dias. Mas foi muito bom.

(+) Roteiro de 3 dias em Malta

Agosto – Japão
Esta foi, sem dúvida, a viagem mais planeada do ano. Foram dez dias com um grupo da Magellan Route em Terras do Sol Nascente e foi muuuuuuuito fixe. O grupo simpático e bem-disposto e a experiência cultural inesquecível. Recomendo muito que se deixem levar pela loucura japonesa, e pela paz também. Aquilo é outro mundo.

(+) 20 hábitos, costumes e loucuras | Guia de introdução ao Japão

Setembro – Gerês
Fim de semana curtinho para um regresso ao Gerês. Tempo bom, sol  céu azul, muito verde e azul água.

Outubro – Andorra, Lourdes e Pirinéus; Trás os Montes e Galiza; Penafiel
Este foi um mês imparável. Comecei o primeiro fim-de-semana prolongado com uma ida a Andorra, a Lourdes e aos Pirinéus Franceses. Andorra não estava na minha lista de prioridades mas a beleza natural das montanhas sem neve surpreendeu-me pela positiva. Mas a meio do mês, um batizado em Trás-os-Montes levou-me a um fim de semana de passeio que incluiu a região da Sanabria em Espanha. Para terminar o mês em beleza, passei um fim-de-semana em Penafiel no I Encontro de Bloggers de Viagem Portugueses – que foi um enorme sucesso.

(+) I Encontro de Bloggers de Viagem Portugueses

Novembro – Cabo Verde
Para aproveitar a ponte criada pelo primeiro de Novembro, mandei-me até à ilha de Santiago, em Cabo Verde, e passeio uns dias de relaxe, sol e mar, peixe fresco, passeios e Morabeza, pois claro.

Dezembro – Alemanha
Esta foi a última viagem do ano, surgiu a trabalho mas deu para aproveitar bem. Estive as primeiras duas semanas de Dezembro no norte da Alemanha e aproveitei para conhecer vários mercados de Natal novos e ainda dar um saltinho a Berlim. Assim não custa trabalhar.

Leave a Reply