Dicas para aproveitar um stop-over | Hong Kong

Uma escala de 10 horas diurnas faz brilhar os olhos de qualquer viajante incansável. Nem que o aeroporto seja no meio de campos verdejantes. Se a juntar a isso houver uma cidade incrível como Hong Kong ao virar da esquina, a alegria é imensa e passar dois dias em viagem e sem dormir passa a ser um detalhe. Deixo-vos as minhas dicas para que aproveitem ao máximo um stop-over em Hong Kong.

the symphony of the lights, espetáculo de luz e som em hong kong

1. Controle aduaneiro e vistos de acesso 

Este é um fator muito importante a ter em conta, já que vai condicionar todo o tempo útil que terão para efetivamente aproveitar o tempo entre voos. Têm de ter em conta:

  • Se têm ou não bagagem para recolher – vai aumentar o tempo de espera à chegada, o tempo de entrega de bagagem à partida e ainda a preocupação de ter onde deixar a mala ou carregar com ela. O ideal é terem despachado as malas diretas ao destino e estarem livres em todo o tempo da escala
  • Têm autorização de entrada em Hong Kong? Passaportes portugueses tem isenção de visto para estadias em turismo até 3 meses pelo que todo o trâmite de entrada é simples. Caso viagem com outro passaporte têm que informar-se sobre as vossas condições de entrada.
  • As filas, a organização e o tempo útil de controle na alfândega. Tanto para sair como para entrar. Apesar de haver aeroportos mais simples e rápidos do que outros (Hong Kong apresentou-se bastante organizado e fácil das duas vezes que lá estive), este tempo é muito subjetivo e convém não arriscar. Podem ter um azar e convém não levar o tempo muito justo. Se perderem o voo porque se atrasaram “a passear” a companhia aérea pode não responsabilizar-se por colocar-vos no destino.

hong kong central

2. Transportes até à cidade

Existem várias opções de transporte até Hong Kong, entreautocarro, táxis, comboios e metro. Se quiserem passar uns dias na cidade podem escolher em função do orçamento disponível. Mas no caso de um stop-over com tempo contado não há muit por onde escolher. O comboio é a forma mais rápida e segura em termos de horários de sair/regressar ao aeroporto, portanto a mais aconselhável.
O Comboio Expresso (Airport Express MTR) custa 115$HK para regressos no mesmo dia e em 40 minutos deixa-vos em Central Hong Kong que é mesmo onde vão querer sair. Há comboios a cada 10 minutos (aproximadamente) durante todo o dia. Podem consultar mais detalhes no site oficial do MTR.

Vista de hong kong a partir de victoria peak

3. A minha sugestão de roteiro

Se têm pouco tempo na cidade a minha sugestão é irem diretos para a ilha de Hong Kong. Uma das paragens do comboio que vem do aeroporto é junto ao Central Pier e de lá cruzam facilmente o bairro financeiro e comercial da cidade até à base do tram que sobe até Victoria Peak.
Este é sem dúvida o cartão-postal da cidade e onde devem investir as primeiras horas na cidade, tudo o resto é lucro.

roteiro hong kong

O tempo que vão precisar para subir vai depender muito da época do ano e afluência de turistas. Nós esperamos cerca de 45 minutos em Agosto. A viagem em cima dura uns 10 minutos. E as vistas lá de cidade são mesmo como nos filmes.
Há um miradouro 360 graus onde se paga para entrar, mas se não quiserem estar a investir nisso, conseguem umas vistas simpáticas e gratuitas nos jardins adjacentes à estação do tram no topo da colina.

(+) Bilhetes  para o Victoria Peak Tram

Depois de 30 mil fotografias voltem a descer de tram e dirijam-se ao Pier por um caminho mais longo, explorando um pouco mais do bairro e fazendo um desvio até às Central Mid-Level Escalators, as famosas mega escadas rolantes que cruzam a cidade.

Central Mid-Level Escalators, escadas rolantes hong-kong

Terminem o passeio na ilha de Hong Kong no Central Pier onde vão apanhar o ferry que cruza o Victoria Harbour.
Há ferrys a sair a toda a hora. É só ir chegando, comprar os bilhetes nas máquinas disponíveis à entrada (era baratíssimo) e apanhar o barco seguinte. Não esperamos mais de 15 minutos em nenhuma das vezes e numa delas o último barco tinha acabado de sair.
O passeio vale a pena a qualquer hora. Se ainda for de dia podem aproveitar para apreciar a paisagem e o skyline da cidade e passear um pouco pela famosa Avenida das Estrelas, chegados ao lado de lá. Caso seja já de noite, foi o que me aconteceu, cruzem na mesma e assistam do outro lado ao espetáculo diário de luz e som que anima o skyline da cidade. É outro ponto de vista, mas mesmo com a chuvinha chata que apanhamos a esta hora, valeu a pena.
O Espetáculo chama-se The Symphony of Lights e decorre diariamente às 8pm desde 2004.

the symphony of the lights, espetáculo de luz e som em hong kong

A nossa escala estava quase a terminar e depois disto voltamos a cruzar o porto até Central station onde apanhamos o comboio de regresso ao aeroporto depois de um jantar rápido.
Caso a vossa escala ainda estique durante mais um pouco aproveitem para explorar os night markets da zona de Kowloon antes de apanhar o avião de regresso a casa.

(+) Tours Hong Kong

distrito financeiro hong kong

Leave a Reply