Roteiro de 1 dia em Osaka

Osaka merece bem mais do que o tempo que eu consegui ter para ela. Foi meio dia espremido ao máximo, a sensação de que foi a melhor surpresa do Japão e uma vontade imensa de conseguir oportunidade para regressar. Osaka tem património cultural, néons vibrantes e arquitetura moderna. Não podia encarnar melhor o espírito do Japão.
Espreitem aqui o que não podem mesmo perder na cidade.

Já havíamos parado em Nara durante a manhã, antes de seguir viagem até Osaka, num dia de passeio a partir de Quioto, pelo que chegamos lá já a meio da tarde e com todos os minutos contados.

(+) Nara, bate-volta a partir de Quioto ou Osaka

(+) O que ver e fazer em Quioto

Para aproveitar a luz do sol decidimos que a primeira paragem seria no Castelo de Osaka, e não nos arrependemos. Apesar de termos estado em vários edifícios semelhante espalhado pelo país, o de Osaka ganhou um cantinho especial nas memórias da viagem, o trabalhado verde e dourado dão-lhe um encanto diferente e a área circundante – no topo de uma colina no centro de um parque verde e com belas vistas para a cidade – tornou o passeio ainda mais agradável.

“O Ōsaka-jō é um castelo situado em Chūō-ku, o distrito mais central de Osaka, no Japão. Originariamente denominado como Ozakajo, é um dos castelos mais famosos do país, tendo desempenhado um importante papel nas lutas de unificação durante o Período Azuchi-Momoyama, no século XVI.
O castelo encontra-se numa área com cerca de um quilómetro quadrado, no interior do Parque Público do Castelo de Osaka. Foi erguido sobre duas plataformas preenchidas de terra, com muralhas de pedra aparelhada, cercado por um fosso inundado, à semelhança dos castelos europeus.
O edifício central possui cinco andares na parte exterior e oito no interior. Foi construído por cima de uma alta fundação de pedra, de forma a proteger os seus ocupantes dos ataques que poderiam vir do exterior” (fonte: wikipédia)

É possível entrar no castelo mas decidimos não o fazer, o tempo não era muito e a verdade é que a arquitectura interior destes edifícios não é o mais deslumbrante. Vale a pena passear em redor, tirar dezenas de fotografias e desfrutar com calma e da calma da envolvência, que sem dúvida contrasta com o centro da cidade.

Depois de conhecer o castelo de Osaka, e com o objetivo de aproveitar o pôr-do-sol, decidimos ir até a uma das zonas mais modernas da cidade, em crescimento acelarado, cheia de prédios modernos e arranha-céus, famosa pelas suas vistas 360 graus do topo dos edifícios. Esta região não tem propriamente atrativos históricos mas vão certamente passar por cá, porque é aqui a estação do comboio-bala em Osaka. Aproveitem para subir a um dos muitos prédios da região.
Nós acabamos por subir ao Umeda Sky Building porque disponibiliza um andar (não rooftop mas bem alto) com belas vistas e gratuito. Se quiserem vistas ainda melhores, podem pagar e subir os restantes metros – consultar detalhes aqui.

A última paragem do dia, que propositadamente foi deixada para depois de escurecer, foi na rua Dotonbori. Famosa pelos seus néons, esta rua comercial é o coração da cidade. Vale a pena passear por aqui, entrar e sair das lojas e curtir o ambiente louco da região. Nesta zona têm o Dotonbori canal  – atravessem a ponte Ebisu onde podem tirar algumas das fotografias mais icónicas da cidade, como aquela que apanha o néon mais famoso da cidade, o corredor da Glico. O primeiro letreiro da Glico é já de 1935 e tornou-se praticamente no símbolo da cidade em todo o país. Atualmente podem ver a sexta versão em LED.

“À noite, Dōtombori-dori fica em chamas com as luzes de néon dos seus grandes outdoors e ecrâns de TV, que exibem mensagens comerciais modernas. No entanto, há um sinal que durou mais tempo que todos os outros, mais de 70 anos, o sinal de 33 m da Glico Man na ponte Ebusu-bashi. É um gráfico simples que mostra um atleta numa pose de vitória, mas parece um pouco fora de lugar entre a publicidade contemporânea que o rodeia. O Glico Man ainda mantém a sua popularidade entre os moradores locais, que se reúnem aqui para celebrar vitórias desportivas. A empresa por trás do anúncio, a Ezaki Glico, é uma fabricante de guloseimas com sede na cidade, muito conhecida pelos seus doces de caramelo e pelos famosos salgadinhos Pocky.” (fonte: RoughGuides)

Planeia a tua viagem!

Se quiseres planear a tua viagem de forma independente, tal como eu faço, usa os links que deixo abaixo.
São parceiros de confiança, podes conseguir alguns descontos, e ajudar-me a manter o blogue. Obrigada!

  • Reservas de alojamento em Booking.com
  • Procura o melhor tour/passeio para explorar o destino pretendido em GetYourGuide
  • Pede já o teu cartão de crédito Revolut sem custos, e fica isento de taxas e comissões em pagamentos e levantamentos de dinheiro noutras moedas

Qualquer dúvida, manda-me um mail e posso ajudar no que precisares.

*Esta publicação contém links afiliados

Leave a Reply

Planeia a tua viagem! Se quiseres planear a tua viagem de forma independente, tal como eu faço, usa os links que deixo abaixo. São parceiros de confiança, podes conseguir alguns descontos, e ajudar-me a manter o blogue. Obrigada! Reservas de alojamento em Booking.com Procura o melhor tour/passeio para explorar o destino pretendido em GetYourGuide Pede já o teu cartão de crédito Revolut sem custos, e fica isento de taxas e comissões em pagamentos e levantamentos de dinheiro noutras moedas Qualquer dúvida, manda-me um mail e posso ajudar no que precisares. *Esta publicação contém links afiliados