Sete coisas a não perder em Tomar

No início de Setembro, e inserido no programa do Turismo do centro de Portugal “O Lado B do Património no Centro de Portugal” estivemos em Tomar para conhecer um pouco melhor a cidade dos templários. Deixo aqui algumas dicas doo locais a não perder em Tomar.

1. Visitar a Mata Nacional dos Sete Montes

Com 40 hectares e adjacente ao Convento de Cristo, a Mata Nacional dos Sete Montes foi construída no reinado de D. João III para proteção da Ordem de Cristo. Passou para gestão privada no século XIX, quando as ordens religiosas foram extintas – foi comprada por Costa Cabral. E já no século XX foi a hasta pública, foi comprada pelo estado e entregue para gestão pelas Matas Nacionais.
Hoje em dia é um enorme parque público verde de acesso livre e com várias opções de trilhos e passeios. Destaque para a Charolinha, construção em pedra que podem visitar e que serviu de lugar de reflexão e oração para os religiosos da Ordem de Cristo.

2. Explorar o Convento de Cristo

O Convento de Cristo dispensa muitas apresentações, está na nossa memória coletiva carregado de histórias de templários e ostenta um dos ex-libris do estilo manuelino em Portugal, a sua famosa janela. Que durante a visita tivemos a oportunidade de visitar à luz do final do dia, e não poderiamos ter escolhido timing melhor. Só por aqui a visita já teria valido a pena, para além disto ainda há claustros fabulosos, igrejas com pinturas e ornamentação que fazem valer a visita. No final fomos brindados com uma demonstração de luta entre templários e danças medievais.

3. Fazer uma refeição medieval na Taverna Antiqua

Não consigo dizer que amei a refeição, porque sou esquisitinha a comer e um almoço sem arroz nem batatas fica difícil para mim. Mas a verdade é que mesmo assim gostei muito da experiência. A Taverna Antiqua tem um estilo mesmo medieval, parece que estão a comer à luz das tochas e preparou um menu degustação com produtos tradicionais da época. Vem acompanhado de um pequeno folheto descritivo onde podem perceber a história e o porquê do que estão a comer. Foi uma experiência muito engraçada.

4. Beber uma cerveja no café Paraíso

Beber uma cerveja no café por si só já é um bom plano em qualquer parte do mundo, é conhecer o ambiente local, interagir com as pessoas, passar um bom bocado a ver a vida passar. Em Tomar podem fazê-lo no café Paraíso, o histórico café da cidade, numa das principais ruas pedonais que dá acesso à Praça. Mantem a decoração de época – o que já lhe rendeu ser palco de filmagens de época – mas o espírito. Ainda fomos brindados com a chance de provar um “Beija-me depressa”, não ligando muito bem com cerveja, é bem docinho.

5. Explorar a pé o centro da cidade

Gostei de passear pelo centro histórico da cidade de Tomar, parte dele pedonal, com algum comércio tradicional, esplanadas e cafés simpáticos. O epicentro é a Praça da República, onde se destaque a igreja de São João Batista, que estava em obras e não tive oportunidade de conhecer, e o edifício da Câmara Municipal.
Vale a pena passar também pela sinagoga da cidade, e conhecer um pouco mais da história judaica na cidade.

6. Visitar o Complexo Cultural da Levada de Tomar

Inserido nas margens do rio Nabão, em edifícios recuperados de duas antigas fábricas de moagem, uma central elétrica e alguns moinhos e lagares, este complexo cultural alberga agora uma série de exposições e mostras de artistas locais que vale a pena visitar. Tenham cuidado com as obras de arte que vão encontrar por lá, fiquei de olho numa cadeira linda – fora do meu orçamento 🙂
A não perder a visita ao último piso da antiga moagem, com umas belas vistas para a cidade e o Convento de Cristo.

7. Ficar alojado no Hotel República

Mesmo na Praça Central de Tomar, num edifício restaurado verde-água, e com todas as comodidades que um 5 estrelas citadino pode oferecer. Um conceito 100% Made in Portugal e que permitiu descansar com o conforto máximo de uns dias cheios na região. Gostei muito dos detalhes do quarto, e a localização é imbatível para explorar a cidade. Uma pesquisa rápida no Booking.com mostra que não é assim tão caro quanto poderíamos imaginar. Uma sugestão muito interessante.

[Extra] Fora da cidade – Aqueduto de Pegões

Para além das muitas imagens que circulam pela internet, vi apenas de relance o aqueduto, na chegada à cidade. Fica aqui um bom motivo para regressar, a não perder em Tomar. Ao que dizem vale imenso a pena.

(+) Batalha e Alcobaça | Lado B do Património Mundial

Planeia a tua viagem!

Se quiseres planear a tua viagem de forma independente, tal como eu faço, usa os links que deixo abaixo.
São parceiros de confiança, podes conseguir alguns descontos, e ajudar-me a manter o blogue. Obrigada!
- Faz as tuas reservas de alojamento em Booking.com
- Procura o melhor tour/passeio para explorar o destino pretendido em GetYourGuide
- Faz o teu Seguro de Viagem antes de partir, oferecemos 5% de deconto através da IATI Seguros


Qualquer dúvida, manda-me um e-mail e posso ajudar no que precisares.
*Esta publicação contém links afiliados

Leave a Reply