Roteiro de 1 semana no México

Na última semana de fevereiro, quando por cá ainda era tempo de casacos e guarda-chuvas, resolvi meter-me num avião e passar uma semana no México. Não exatamente para fazer praia, mas também para aproveitar o tempo um pouco mais quente e explorar um pouco do património arqueológico e colonial da península do Yucatán. Base montada na cidade de Valladolid e duas noites finais junto ao mar na ilha de Holbox. Fica o meu roteiro de 1 semana no México.

Dia 1 – Vantagens de se viver na raia, fui até Vigo apanhar o avião já que as ligações (e os preços) eram mais simpáticos para o trecho Vigo/Madrid/Cidade do México/Cancún do que o equivalente a começar do Porto. Dia passado entre voos e aeroportos.

Dia 2 – Chegada a Cancún ao final da manhã, depois dos trâmites de fronteira, tempo de ir levantar o carro que aluguei e seguir direto para Valladolid, a minha base para os próximos dias.
Primeiras impressões da colorida cidade de Valladolid – amor à primeira vista, fim de tarde tranquilo no centro, com tempo apenas para comer as primeiras fajitas, dar um mergulho na piscina e descansar cedo, que a falta de horas de sono e o jet lag já faziam estragos.

Dia 3 – Acordar de madrugada para estar na bilheteira de Chichen Itzá à primeira hora da manhã e ter a oportunidade de conhecer esta “Maravilha do Mundo” sem um mundo de turistas ao meu redor. Depois de umas horas nas ruínas incas, a oportunidade perfeita para conhecer o meu primeiro cenote da viagem, Ik-Kil e as duas trepadeiras que descem sobre a água merecem a visita.
De lá segui para a cidadezinha de Espita, a norte de Valladolid, onde aproveitei para almoçar antes de voltar a base. Não sem antes parar em novo cenote, Suytun – cenário maravilhoso a que nem as fotos fazem jus.

(+) As Maravilhas do Yucatán

Dia 4 – Mais um dia que começa cedo, desta vez na estrada em direção a sul e a Riviera Maia. Primeira paragem em Tulum, na Zona Arqueológica, onde os turistas já chegaram em força. Apesar da região das praias, cada vez mais badalada pela noite, não ter sido incluída nos meus planos, a posição estratégica das ruínas, mesmo à beira mar, fazem o complexo arqueológico valer a pena a visita. De seguida visita à Reserva Natural de Sian Ka’an onde fiz um pequeno passeio de barco pelas lagoas e canais azul turquesa, com oportunidade para explorar a fauna local e flutuar. Inesquecível. Visita às ruínas de Muyil mesmo antes de voltar à estrada e do “regresso a casa”.

(+) A zona arqueológica de Tulum e a Reserva Natural de Sian Ka’an

Dia 5 – Mais uma madrugada para chegar cedo em Izamal, a cidade amarela estava no meu imaginário e queria tirar uma imensidão de fotografias ensolaradas antes de seguir viagem até Mérida. Valeu a pena o desvio, fiquei encantada com a cidade e recomendo muito, se puderem passem por lá uma noite.
O resto do dia foi passado em Mérida, cidade colonial capital da região do Yucatán, uma cidade grande, com património, vestígios da antiga arquitectura europeia, e alguns museus interessantes.

Dia 6 – Finalmente um dia para acordar das calmas, aproveitar para os últimos passeios por Valladolid, pequeno-almoço tardio e pegar a estrada e direção a Chiquilá, onde estacionei o carro antes de apanhar o ferry até à ilha de Holbox, para duas noites de descanso. As primeiras impressões de Holbox não poderiam ter sido melhores, local ideal para descansar de uma viagem cheia.

Dia 7 – Dolce fare niente em Holbox, entre areia sol e mar, praias de água azul turquesa, cocktails na borda da piscina, passeios à beira mar. O paraíso em tons de azul, um bom livro, e as férias estavam a chegar ao fim. Durante a manhã fiz um passeio de barco pelas três ilhas – que recomendo – em que têm a possibilidade de conhecer praias ainda mais bonitas, calmas e tranquilas. De visitar um cenote e explorar a fauna local. Durante a tarde, descanso, comida, Coronas e uma massagem. Melhor é difícil.

(+) O que ver e fazer em Holbox

Dia 8 – Início da viagem de regresso a casa, o percurso inclui apanhar o ferry de regresso ao continente, conduzir de novo até Cancún, entregar o carro e finalmente encarar novo voo Cancun/Cidade do México/Madrid/Vigo de regresso a casa. Mais um dia passado entre aeroportos.

Dia 9 – Já na Europa, Madrid, Vigo e finalmente em casa. A precisar de umas férias das férias. Como sempre.

Espero que este roteiro de 1 semana no México seja útil. Em breve novos posts sobre a viagem, e qualquer questão… entrem em contacto! 🙂

Planeia a tua viagem!

Se quiseres planear a tua viagem de forma independente, tal como eu faço, usa os links que deixo abaixo.
São parceiros de confiança, podes conseguir alguns descontos, e ajudar-me a manter o blogue. Obrigada!

- Faz as tuas reservas de alojamento em Booking.com
- Faz as tuas reservas de automóveis em DiscoverCars

- Procura o melhor tour/passeio para explorar o destino pretendido em GetYourGuide
- Faz o teu Seguro de Viagem antes de partir, oferecemos 5% de deconto através da IATI Seguros


Qualquer dúvida, manda-me um e-mail e posso ajudar no que precisares.
*Esta publicação contém links afiliados

4 Comments

  1. Ruthia Portelinha

    March 16, 2022 at 2:36 pm

    Que maravilha. Achas o Verão europeu adequado para um roteiro deste género? Ou é má altura em termos de chuvas?

    1. Inês

      March 17, 2022 at 4:10 pm

      Pelo que sei a probabilidade de apanhar chuvas no verão é maior em Agosto/Setembro do que em Junho/Julho. Pode ser uma boa opção fazer umas férias precoces. Mas normalmente também chove uma hora sem parar e depois passa 🙂 Pode ser um bom momento para dormir uma sesta.

  2. ines

    April 13, 2022 at 9:20 pm

    boa noite. Qual foi a empresa de aluguer de carros que utilizou ?
    Obrigada.

    1. Inês

      April 14, 2022 at 7:02 am

      Olá! Eu utilizei a Mac by Mex. Aparece nos motores de busca como a Discover Cars cujo link encontra na base deste post. É uma rent a car local mas tinha todos os serviços disponíveis no aeroporto de Cancun e não tenho razões de queixa do serviço. Correu tudo bem.

Leave a Reply