O meu Caminho de Santiago [Etapa Zero]

Há imensos relatos pela blogosfera fora sobre roteiros e dicas para realizarem o vosso próprio roteiro e percorrerem o Caminho de Santiago. Deixo alguns links ao longo do texto, assim como algumas dicas, mas este post não se propõe a ser um roteiro exaustivo nem fonte de informação detalhada. Será sim um relato leve daquela que foi/será a minha viagem, o meu Caminho de Santiago. A preparação, a diversão e as emoções que acompanham o percurso de Valença a Santiago de Compostela.

Bom Caminho, ouço com regularidade à porta de casa, na esplanada onde vou frequentemente, sempre que saio à rua. O Caminho Português da Costa passa-me à porta de casa e traz com ele imensos peregrinos que escolhem o litoral norte português para a sua jornada.
Preguiçosa-mor, nunca tive aquelas centenas de quilómetros que me separam de Santiago de Compostela como objetivo a atingir, até ao dia em que uma pandemia nos bateu à porta, e com o mundo a fechar-se comecei a olhar com um pouco mais de atenção para as possibilidades em meu redor. Numa conversa de esplanada a possibilidade saltou para cima da mesa e começou a remoer cá dentro.
A pandemia veio e foi (será que foi?) e a ideia permaneceu. Até que depois de algumas idas e vindas, de vida adiada, voltas inesperadas e meses complicados, voltou a fazer sentido.

Não prevejo que seja exatamente um caminho espiritual no sentido habitual da palavra, muito menos uma peregrinação religiosa, mas espero que os dias que se avizinham permitam desligar um pouco, descansar a mente e intercalar momentos: mais introspectivos, no silêncio de uma caminhada na natureza ou na leitura de um livro com os pés esticados no fim de um dia de caminhada; ou de partilha, por entre risos, cañas, dificuldades sentidas e gargalhadas.

Como me preparei?

Psicologicamente, lendo tudo o que encontrei acerca da viagem. Conversando com quem já passou pela mesma experiência uma e outra vez, lendo imensos blogues e tentando assimilar todas as dicas possíveis.
Fisicamente, com alguns treinos perto de casa. No total foram quase 130 quilómetros de preparação, sendo que dois treinos foram mais longos e mais parecidos com aquilo que serão as etapas e os restantes de apenas 10 quilómetros. Vamos ver como o corpo reage.
Logisticamente, vamos com todos os alojamentos marcados através do Booking.com, dispensamos o espírito de albergue do camiño que só recebem peregrinos por ordem de chegada e que obriga a começar a caminhada de madrugada, para ir com o conforto de uma cama e chuveiro privado já reservado e para chegar à hora mais conveniente. Outro plus para o conforto da viagem foi a decisão de contratar um táxi mochila para transportar a mala entre alojamentos e permitir fazer a caminhada apenas com alguns itens essenciais para o dia às costas. Consegui o contacto de um táxi privado que faz o serviço, através da SantiagoBackpackers e se tudo correr bem, deixo-vos a dica no regresso.
Equipamento, li de tudo acerca de botas, sapatilhas e meias, calças ou calções, impermeáveis e camisolas térmicas. No final estava quase mais confusa do que antes de começar. Acabei um pouco por seguir o instinto, e fazer uma mala que não tem de ir às costas também ajudou, porque não precisei de lá enfiar as coisas contadas. Estou a fazer fé que as minhas sapatilhas novas (já testadas durante o último mês e em vários treinos) sugeridas pela Decathlon vão cumprir o seu propósito e deixar os meus pezinhos livres de bolhas durante os cinco dias de caminhada. Façam figas.

[A Mochila para o dia]

Amanhã leva isto, faço update no regresso:
– água e snacks
– protetor solar, toalha de microfibra e chapéu
– credencial, concha e guia do caminho
– carteira/identificação/dinheiro
– papel higiénico
– vaselina, meia suplentes e pensos rápidos
– powerbank

Somos quatro, não parto sozinha nesta jornada, e aguardam-nos muitos quilómetros até à Praça do Obradoiro. Vamos a isso!

Planeia a tua viagem!

Se quiseres planear a tua viagem de forma independente, tal como eu faço, usa os links que deixo abaixo.
São parceiros de confiança, podes conseguir alguns descontos, e ajudar-me a manter o blogue. Obrigada!

- Faz as tuas reservas de alojamento em Booking.com
- Faz as tuas reservas de automóveis em DiscoverCars

- Procura o melhor tour/passeio para explorar o destino pretendido em GetYourGuide
- Faz o teu Seguro de Viagem antes de partir, oferecemos 5% de deconto através da IATI Seguros


Qualquer dúvida, manda-me um e-mail e posso ajudar no que precisares.
*Esta publicação contém links afiliados

2 Comments

  1. Raquel Morgado

    June 2, 2022 at 1:33 am

    Força! Vai correr bem e voltarás outra. 😃

    1. Inês

      June 7, 2022 at 7:51 am

      Não sei se voltei outra, mas voltei pelo menos. Kkkkkk

Leave a Reply