Transilvânia #4 – Bran Castle

Finalmente o Castelo do Drácula. Os relatos mais antigos sobre o castelo remontam ao séc. XIV, mas foi Vlad Peles Dracul, rei da Valáquia durante o séc. XV, o seu habitante mais famoso. Vlad Peles usou durante largos períodos do seu reinado o castelo para fins militares e acredita-se que esteve também aqui escondido durante as invasões otomanas. Esse facto, aliado ao aspecto sombrio do castelo com as suas torres pontiagudas e localização remota, tornou-o no palco ideal para as histórias do Conde Drácula imortalizadas pelo escritor irlandês Bram Stocker.

Read more

Transilvânia #3 Brasov

Brasov é a capital da região da Transilvânia e uma cidade mesmo fofinha. Passamos menos de duas horas por lá e só deu tempo de passear um pouco no centro da cidade. A praça animada e cheia de esplanadas, a igreja negra – que segundo o guia ficou com este nome após um incêndio que a ‘acastanhou’ -, e as ruinhas adjacentes compõem um cenário óptimo para um dia de Sol, mas é o letreiro Hollywoodesco com o nome da cidade, no topo de uma colina próxima, que atrai todos os flashes. É impossível não cair na tentação de enquadrá-lo em todas as fotografias. Ficou aquela sensação de ‘quero mais’ quando partimos de Brasov em direcção ao Castelo de Bran, o ponto de paragem seguinte do nosso roteiro.

Read more

Transilvânia #2 Sighisoara

O destino seguinte do tour pela Roménia foi a cidade medieval de Sighisoara conhecida por ser a terra natal de Vlad Peles Dracul, o rei da Walachia que inspirou as histórias do Drácula.
Vlad Peles ficou conhecido na região como sendo um sanguinário após as lutas com os guerreiros do império Otomano que tentavam reconquistar a região, após ter conseguido fugir de anos de cativeiro na Turquia.
O centro histórico medieval de Sighisoara, é actualmente património mundial da UNESCO. As casinhas coloridas bem conservadas, bem como as muralhas e as calçadas dão um ar muito agradável e genuíno à cidade, que fica encantadora num dia de Sol.
read more

Read more

Transilvânia #1 Peles Castle

A primeira paragem do nosso tour pela Roménia foi no Castelo de Peles. Localizado perto da cidade de Sinaia o castelo fica bem na entrada da região da Transilvânia e cerca de hora e meia depois de deixarmos o aeroporto, no dia da chegada, estávamos por lá. O Castelo foi mandado construir no final do século dezanove pelo rei Carlos I na rota medieval que ligava a região da Transilvânia à região da Walachia. Carlos I foi o primeiro rei da Roménia independente e consta que se perdeu de amores pela região de Sinaia e mandou aqui construir um palácio de estilo romântico com inspirações Neo-renascentistas e neo-góticas semelhante ao Schloss Neuschwainstein na Baviera. A influência da Saxónia pode ser apreciada nas pinturas das paredes do pátio interior, enquanto que o interior do palácio possui inspirações Barocas, com os seus trabalhdos em madeira e tecidos requintados. A arquitectura do palácio é da responsabilidade do Alemão Joannes Schultz. Conhecemos o palácio por dentro numa visita guiada em inglês. Tal como no exterior, o interior do palácio é imensamente rico e trabalhado. Infelizmente não pagamos o suplemento para tirar fotografias no interior, pelo que as poucas que tenho não mostram o que de melhor vimos e foram tiradas à socapa.

Read more