Gyor.

Última paragem antes de deixar a Hungria, já depois do anoitecer, na cidade de Gyor. Nas margens de três afluentes do Danúbio, Mossoni-Duna, Rába e Rábca, esta cidade e o seu centro histórico barroco encontram-se a meio caminho entre Viena e Budapeste e próximo da fronteira com a Eslováquia. A luz não ofereceu as melhores condições para conhecer a cidade nem para tirar fotografias, mas gostei do que vi e fiquei com vontade de voltar, da próxima à luz do dia.   E até tem pontes com luzes psicadélicas.

Read more

Finalmente o Lago!

Há locais como este ao longo de toda a margem do lago Balaton, que tem cerca de 80 km de comprimento. Esta estância é a que fica mais perto de Kesthely e tem uma pequena praia disponível. Para além de vários quilómetros de passeios, marinas, cafés, restaurantes e jardins na margem do lago. A praia na margem do lago Balaton, não tinha ninguém. No Verão consta que é mais difícil de encontrar lugar para a toalha do que na costa da Caparica.

Read more

Kesthely, nas margens do lago Balaton.

O destino escolhido nas margens do lago Balaton foi a cidade de Kesthely. Esta cidade destaca-se pelo palácio construído no século XVIII pela família Festetics, que se destacou na cidade durante várias gerações. É uma cidade pequena que hoje em dia funciona como estância balnear, tal como muitas outras cidades espalhadas ao longo do lago Balaton.

Read more

de carro pela Hungria.

No terceiro fim-de-semana que passei com base em Bratislva, foi a vez de explorar as redondezas de carro.  – Foi alugado para o fim-de-semana inteiro num rental car no centro de Bratislava, tínhamos direito a levantá-lo no sábado a partir das 9h e entregar até segunda-feira de manhã à mesma hora, alugando apenas dois dias, normalmente todas as agências trabalham por blocos de 24h, e que nos permitia estar mais à vontade com a hora de chegada no domingo à noite –  No primeiro dia, rumo a sul, à Hungria, e com destino final nas margens do lago Balaton. Pelo caminho encontramos zonas muito rurais, grandes extensões de campos cultivados, pequenas mas agradáveis aldeias e ruínas de castelos. Tudo muito verde e muito plano. Estradas bastantes fracas mas um percurso interessante. 

Read more

Budapest…!

Aqui está a primeira dose de fotografias das férias. Começamos pelo fim porque ainda não acabaram os problemas informáticos e as fotografias de Praga não estão disponíveis. Deu tempo para visita cultural, para relaxar nos banhos termais do Géllert, para nos divertirmos e ainda ir às compras.

Read more