Varsóvia #1 As marcas da II Grande Guerra

Um dos locais que mais queria visitar em Varsóvia era, sem dúvida, a zona onde foi instalado o ghetto durante a segunda Guerra Mundial e as marcas da presença judaica na cidade. E foi a primeira zona da cidade que visitei logo de manhã, assim que o comboio chegou. Visitei o último troço do muro – que isolava o ghetto – e que ainda se encontra de pé, o Warsaw Rising Museum e a principal Sinagoga da cidade.
A Insurreição de Varsóvia (Uprising), foi um movimento de luta armada levada a cabo pela resistência polaca com o objectivo de libertar a cidade do domínio nazi. A ofensiva começou a 1 de Agosto de 1944 e esperava o avanço da frente Soviética que se aproximava da cidade, no entanto este avanço fracassou e também a resistência acabou por se render ao fim de dois meses de luta.
Não há números oficiais exactos mas estima-se que durante este período tenham morrido centenas de milhares de civis e no final da guerra a destruição da cidade era indescritível, cerca de 85%.
É uma visita muito marcante, e há poucas palavras que possam descrever o horror que as imagens e a história transmitem, mas vale muito a pena. Principalmente para ajudar a não esquecer.

Planeia a tua viagem!

Se quiseres planear a tua viagem de forma independente, tal como eu faço, usa os links que deixo abaixo.
São parceiros de confiança, podes conseguir alguns descontos, e ajudar-me a manter o blogue. Obrigada!
- Faz as tuas reservas de alojamento em Booking.com
- Procura o melhor tour/passeio para explorar o destino pretendido em GetYourGuide
- Faz o teu Seguro de Viagem antes de partir, oferecemos 5% de deconto através da IATI Seguros


Qualquer dúvida, manda-me um e-mail e posso ajudar no que precisares.
*Esta publicação contém links afiliados

Leave a Reply