What to do and see | Halong Bay | O que ver e fazer

After all the tips to get a tour and enjoy Halong Bay, here is the post about what you will actually have opportunity to do and see while you were there. The bay is amazing, a gift from nature, and deserve thousands of pictures.

Depois de todas as dicas sobre os tours e como aproveitar a estadia em Halong Bay, aqui está o post prometido sobre o que terão oportunidade de fazer e ver enquanto estiverem por lá. A baía é incrível, a natureza foi generosa por lá e terão milhares de momentos perfeitos para uma fotografia.

Read more

All you need to know about Halong Bay Cruises | Vietnam

This is one of the most expected trips to everyone who is going to Vietnam. Spend a night (or two) in a boat, sailing around those wonderful waters could sound incredible, and actually it is, but you must be prepared for some few things, so here they are:

Esta é uma das viagens mais esperadas por toda a gente que vai até ao Vietnam. passar uma noite (ou duas) num barco, a navegar nestas águas maravilhosas pode parece incrível, e é, mas têm de estar preparados para uma série de pequenas coisas, e aqui estão elas:

Read more

Lago di Como | Roteiro e dicas práticas, tudo o que precisam saber.

Depois dos posts das últimas semanas com as fotografias incrivelmente azuis e verdes do Lago di Como, assumo que estão todos a morrer de vontade de ir até lá um destes fins-de-semana, certo? Para facilitar essa tarefa aqui estou eu com todas as dicas imprescindíveis para que seja um sucesso.

Read more

Cruzeiro das seis pontes, o Douro junto à Foz.

“Qual é a cidade portuguesa que tem tantas pontes como o Porto? Gaia!” É um clássico das piadinhas mas a ligação entre as duas cidades é mesmo intensa e nada melhor para desfrutar das duas simultaneamente do que um passeio de barco no Rio Douro.

O Cruzeiro das Seis Pontes é um dos mais populares, e várias agências de turismo oferecem esta opção. Há a várias horas do dia, com almoço, com jantar, para todos os gostos. Eu recomendo o fim do dia, já que o pôr-do-Sol é a minha fase favorita junto ao rio. read more

Read more

Puerto Madero e o Rio de la Plata ou do outro lado o Uruguai.

A antiga zona portuária da cidade de Buenos Aires, próxima ao centro da cidade foi renovada nos últimos anos e apresenta hoje uma avenida enorme onde passear junto ao Rio de la Plata, a famosa Puente de la Mujer (ao fundo na primeira foto, estava frio e a ameaçar chover, não me apeteceu aproximar muito, sorry), uma série de novos cafés e restaurantes, todos bem carinhos e com ar bastante fancy. Para além desta zona mais recreativa, é aqui que se situa também o terminal de navios da Buquebus que cruzam o Río de la Plata até ao Uruguai (Colonia del Sacramento ou Montevideo). Foi daqui que me despedi da cidade, na manhã do terceiro dia, ainda noite e apanhei o barco para Colonia. O terminal de navios parece um pequeno aeroporto internacional, todo renovado também, tem os locais próprios para fazer check in, despachar bagagem, passar pela imigração e alfândega e uma zona de espera junto das diferentes gates – que são aí umas quatro! – com lojinha de souvenirs e cafézinho para entreter. O processo é mais simples (menos gente, menos alternativas) mas em tudo idêntico a um embarque de avião. Os barcos que fazem a travessia BA – Colonia, são enoooormes. Levam carros, autocarros, camiões, mercadorias, tudo o que possam imaginar e também passageiros, em primeira ou segunda classe. A segunda classe é bem confortável, as poltronas são óptimas, tem cafetaria e até uma lojinha dutty free. Há muito poucos lugares disponíveis à janela, como podem ver na fotografia abaixo, e nenhum lugar exterior onde tirar umas fotos, o que me desiludiu bastante, portanto se querem tentar ver alguma coisa para fora, façam fila desde cedo para garantirem o vosso lugar. Se isso não for lá muito importante, escolham uma outra poltrona qualquer e tirem um cochilo, o barco abanou taaanto que foi a única coisa que eu fiz, nem à lojinha tentei ir, com medo de cair com os abanos. Já que ninguém parecia muito preocupada com a situação, aproveitei e relaxei… Uma hora depois estávamos a chegar a Colonia del Sacramento, a primeira colónia portuguesa na região, e valeu bem a pena a travessia. Mais informações sobre os horários dos barcos e os preços disponíveis, aqui.

Read more

de barco até à ilha.

Um dos passeios mais populares em Benidorm é o passeio de barco até à ilha com o mesmo nome que fica bem em frente às praias e que permite caminhadas e trilhos numa espécie de montanha árida, para observar as aves e conviver com a natureza, bem como um percurso de barco com fundo transparente para ver os peixinhos, ou algum tempo para tomar banho numa enseada natural rochosa da ilha.O passeio é bastante agradável e com as temperaturas que se faziam sentir, um mergulho no mar e uma cervejinha gelada no único café da ilha foram uma alternativa muito mais interessante que as caminhadas e a observação das aves.

Read more

Amsterdam #2 de barco pelo canal

Incluído no City Card Iamsterdam que compramos logo à chegada (vai sair post dica) estava um passeio de barco pelos canais. Nós fizemos ao fim da tarde do segundo dia, depois de um dia inteiro a bater perna em museus, e foi óptimo para relaxar. Para além disso a hora foi escolhida a dedo (16h30) porque conseguimos apanhar metade do passeio de dia e outra metade de noite (com a cidade iluminada), foi uma boa opção.Os barcos tinham várias mesas com lugares sentados, onde podiamos ligar os phones e ouvir a descrição detalhada de todos os lugares por onde fomos passando e tinham uma pequena zona descoberta na parte de trás para onde era possivel sair e tirar fotografias.

O percurso completo, que dá a volta pelos pequenos canais no centro da cidade, vai à parte de trás da Estação Central, grande canal de acesso ao Mar do Norte, e volta ao ponto de partida dura cerca de 1h15.

 

Read more

Finalmente Estocolmo! #3

Na manhã do último dia decidimos fazer um passeio de barco pelos canais até ao Palácio de Drottningholm, a residência oficial da família real sueca. A viagem demora certa de uma hora para cada um dos lados e é possível ver não só a cidade de um ângulo diferente, como também passar por extensas zonas verdes com casinhas na beira da água e barquinhos estacionados na frente. O dia não estava tão bonito como os anteriores mas a viagem foi muito gira, vale a pena o passeio.  

Após uma hora de viagem, chegamos ao Palácio. Muito bonito e perfeitamente localizado na beira da água e com uns jardins fantásticos.

Read more

Travessia Tallin – Helsínquia

O voo que saiu de Londres levou-nos directamente para Tallin, onde chegamos já de “noite” – como quem diz, estavamos no hotel às 22:00 mas noite que é bom nem vê-la – vai daí, fomos directas para a cama, porque no dia seguinte, o barco que nos levaria a passar o dia em Helsínquia saía às oito da manhã e era preciso chegar com antecedência para as formalidades do embarque. O barco é indiscritívelmente grande, quem pensa que vai encontrar um ferry simpático para fazer uma travessia de cerca de 80 km, desengane-se. A viagem é efectuada por verdadeiros navios de cruzeiro, cheios de cafés, bares, restaurantes, lojas de tudo e mais alguma coisa (dutty free) andares de cabines com pequenos quartos individuais, decks e mais decks. Para além dos porões de carga gigantescos onde estacionam, para além de carros, dezenas de camiões TIR.

Para além do barco (navio?) em si, que já nos levaria horas para explorar em condições, a paisagem durante a viagem, que dura cerca de 2h30, é fantástica.
Disfrutar da vista do horizonte, em mar alto e com o tempo fantástico que estava, por si só já tornariam o passeio agradável. Mas a entrada em Helsínquia, que se estende por dezenas de pequenas ilhas, à volta do centro na parte “continental” é a cereja no topo do bolo. Uma imagem que só é possível ter nesta época do ano.
As cores do mar, do céu e das ilhas justificam a viagem. read more

Read more